Tuesday, August 22, 2006

PDE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB
DEPRTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLOGIAS – DCHT
CAMPUS XX SEMESTRE: VII TURNO: VESPERTINO
DISCIPLINA: POLÍTICA EDUCACIONAL
PROFESSORA: PATRÍCIA
ALUNA: DAYANE DUTRA
PDE
A escola, enquanto entidade organizadora estrutura-se, desenvolvendo diversos processos para constituir o seu produto final, que é ter o cidadão, ser humano total, com domínio das competências básicas que o habilitem ao exercício pleno da cidadania.
Para cumprimento efetivo dessa missão, a escola precisa de estrutura que lhe garanta o suporte adequado às operações que deverá processar, objetivando alcançar os resultados esperados.
Nesse sentido, a unidade escolar necessita de Planos e Projetos que orientem sua ação e apontem a direção a seguir, a partir de decisões onde toda à comunidade escolar participe e se comprometa com sua execução.
Assim, o documento base de sua ação deve ser o Plano de Desenvolvimento da Escola – PDE, integralizado por projetos dirigidos para a viabilização qualitativa do conjunto de ações que contribuirão para o alcance dos objetivos.
Para aperfeiçoar a gestão da escola pública e melhorar a qualidade de ensino, o Fundescola, programa do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE estimula a elaboração do PDE. Ao elaborar o PDE, a escola realiza um diagnóstico de sua situação, identificando, a partir dessa análise, seus valores e definindo sua visão de futuro e missão, bem como traçando objetivos, estratégias, metas e planos de ação a serem alcançados a longo, médio e curto prazos, respectivamente.
Entretanto, a elaboração de um PDE e de uma Proposta Pedagógica tem como objetivo último permitir que cada escola seja uma escola eficaz. Da mesma forma que a elaboração do PDE exige que a escola faça uma reflexão sobre si mesma, sobre seus alunos, seus resultados, suas metas e sua visão, a elaboração da Proposta Pedagógica exige da escola uma reflexão sobre o ensino: o que ensinar, por que ensinar, como ensinar e como avaliar.
Assim, o PDE define, através de seus projetos metas administrativas, financeiras e pedagógicas, em que, é imprescindível que a comunidade escolar compreenda a ação pedagógica como ascendente sobre todas as demais, pois o projeto pedgógico expressa a proposta educacional da escola com enfoque no seu principal processo, o de ensino-aprendizagem, objetivando oportunizar maior eficácia à atividade fim da escola.
O Projeto Pedagógico deve atender às necessidades básicas de aprendizagem dos alunos e ás expectativas de sua família, bem como concretizar as Diretrizes Nacionais sobre os conteúdos básicos, além das orientações curriculares e metodológicas da Secretaria de Educação. A sua utilidade depende da sua relevância para o contexto da escola. Uma proposta relevante parte das informações do diagnóstico do PDE, contendo respostas objetivas aos principais problemas dos alunos, de acordo com os objetivos e metas estabelecidos pela escola. Na atual conjuntura das escolas brasileiras, esses desafios quase sempre se referem à questão da repetência, associada à deficiência no ensino dos conteúdos. Portanto, é através do Projeto que a escola saberá com clareza para onde vai, como caminhar e por que vai nesta ou naquela direção, pois a função, a razão de existir da escola deve estar espelhada no projeto, construído, pois, para melhorar a qualidade do ensino, garantindo a aprendizagem efetiva dos alunos.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home