Sunday, August 20, 2006

Avaliação de Rita de Cássia Caires Chaves

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLOGIAS
CAMPUS: BRUMADO CURSO: LETRAS SEMESTRE: VII
DISCIPLINA: POLÍTICA EDUCACIONAL NOTURNO
PROFESSORA: PATRÍCIA MAGRIS
ALUNA: RITA DE CÁSSIA CHAVES SILVA



Projeto Pedagógico da Escola: um documento relevante


A escola é uma instituição que se estrutura e se desenvolve através de diferentes processos para a constituição de seu principal alvo: o cidadão. Esse indivíduo busca nessa instituição competências básicas que possam habilitá-lo para o exercício pleno da cidadania. Na verdade, o cidadão procura na escola o processo de transformação por meio de educação. Em outras palavras, ele busca nesse processo coletivo desenvolver-se, isto é, progredir como cidadão.
Assim, vale ressaltar que para executar uma missão, a Escola necessita de uma estruturação que lhe proporcione ferramentas precisas para as operações que irá processar, com a finalidade de atingir os objetivos desejados.
Em meio a essas circunstancias, fica evidente que a Escola precisa de planos e projetos integrais que norteiem sua ação e indiquem a direção a seguir, através de decisões em que haja a participação de toda a comunidade, além disso é preciso que essa comunidade se comprometa com a execução desse projeto. Dessa forma, o Plano de Desenvolvimento da Escola – PDE, torna-se um documento essencial, uma vez que integraliza projetos direcionados para viabilização qualitativas de um conjunto de ações que deverão contribuir para atingir os objetivos.
O Plano de Desenvolvimento da Escola abrange as áreas: administrativa, financeira e pedagógica, lembrando que ele exige de seus construtores uma visão integrada de escola para o planejamento bem proporcionado do todo. Esses planos devem ser legalizados mediante decisões colegiadas, contando inclusive com a representatividade de todos os segmentos que integram a Escola.
Diante disso, não se pode esquecer que é o Plano de Desenvolvimento da Escola que define, por meio de seus projetos, metas administrativas, financeiras e pedagógicas. No entanto, é essencial que a comunidade escolar entenda a ação pedagógica como uma ação ascendente sobre todas as outras ações, dessa forma, sendo aquela que determina os limites das dimensões administrativa e financeira, enfatizando estas com a incumbência de se concordarem para promovê-la na totalidade. Na escola, todos os processos são relevantes, entretanto, o que mais se destaca, ou seja, o principal é o processo ensino-aprendizagem.
É importante destacar que a proposta determinante das orientações relativas ao processo de ensino-aprendizagem é o Projeto Pedagógico da Escola. Em outras palavras, o Projeto Pedagógico da Escola é um documento que exprime sua proposta educacional dando ênfase no seu processo primordial: o de ensino-aprendizagem, com a finalidade de proporcionar maior capacidade de produzir as atividades-fim da escola. Portanto, é um projeto elaborado com o objetivo de encontrar melhorias para a qualidade de ensino, assegurando uma aprendizagem mais eficiente aos alunos.
Atender as necessidades básicas de aprendizagem dos alunos e também as expectativas da família desse alunado é outro objetivo do Projeto Pedagógico da Escola. Não se pode deixar de registrar que esse projeto procura concretizar as diretrizes nacionais sobre conteúdos básicos e carga horária, as orientações curriculares e metodológicas da Secretaria da Educação e os objetivos da Escola. Pensando numa perspectiva favorável, o projeto deve ser elaborado para abranger um espaço de pelo menos, cinco anos, onde devem ser discutidas e definidas as ações de natureza pedagógica que deverão ser desenvolvidas nesse período.
Toda a equipe responsável pelo planejamento e execução das metas, objetivos e ações do Projeto Pedagógico deve avaliar continuamente esse projeto. E, ao término de cada ano, essa equipe deve analisar e fazer uma revisão dos objetivos e metas, fazendo ajustes que parecerem necessários.
Para atingir objetivos como visar à melhoria dos resultados dos alunos, dentre eles, a redução da repetência e melhor aprendizagem, deve-se atuar de forma notável sobre o funcionamento da equipe pedagógica, no que diz respeito à capacitação dos professores, a melhoria das condições materiais e à transformação do ambiente cultural da Escola. Logo após definir os objetivos que se pretende alcançar, deve-se ter em vista as diretrizes curriculares, os programas de ensino e os recursos didático-pedagógicos que estão à disposição. Vale lembrar que é preferível que a formulação desses objetivos seja feita no sentido de resultados quantificáveis ou de comportamentos que se podem observar e que seja adequado a cada nível de ensino. A qualidade dos objetivos do Projeto Pedagógico é decidida pelos seus construtores. Esses objetivos podem ser gerais, referentes à melhoria do ensino-aprendizagem em todo o ambiente escolar e podem ser específicos, válidos para cada série ou cada curso.
Quanto à elaboração do calendário escolar devem ser ligados os interesses dos diferentes segmentos da Escola, desde os professores, especialistas, alunos, pais, até aos funcionários; assim, a participação destes segmentos tornam-se imprescindíveis.
O Projeto Pedagógico será colocado em prática na fase do desenvolvimento das ações. Nesse período, toda a comunidade escolar deve unir esforços para que sejam realizadas todas as atividades que foram planejadas.
Sendo assim, pode-se concluir que o Projeto Pedagógico da Escola é de extrema relevância para assegurar a participação de todos aqueles que são responsáveis de forma direta ou indireta através do desenvolvimento das ações de natureza pedagógica da escola, até mesmo os alunos, seus pais e a comunidade escolar, em todos os momentos. Além de refletir sobre o ato de planejar e o documento Projeto Pedagógico como ferramentas facilitadoras e auxiliares na realização da principal ação da Escola: o processo de aprendizagem de seus alunos.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home